Tire suas dúvidas sobre a Doação de Sangue

A doação de sangue ainda é um assunto que gera dúvidas. Muitas pessoas até questionam a segurança do processo. Bons exemplos envolvendo esse gesto de amor ao próximo podem ajudar a incentivar o ato e esclarecer dúvidas frequentes.  É o caso da Isabel Benkler. A organizadora de casamentos, hoje com 45 anos, começou a doar sangue cedo, logo quando completou a maioridade, e não parou mais. Hoje, ela já soma 75 doações. Para se ter uma ideia da quantidade de pessoas ajudadas pela Isabel, saiba que em uma única doação de sangue é possível ajudar até 04 pessoas.

A espera da Isabel aconteceu porque entre 16 e 18 anos incompletos, a doação só poderá ser realizada mediante consentimento dos pais ou responsáveis legais. É possível ainda que o Hemocentro solicite a presença dos pais para a doação de sangue feita por um menor.
Para a organizadora de casamentos, a doação de sangue é uma ação tão simples e fácil de executar que todo mundo deveria praticar o ato também, independente de alguém da família precisar ou não. “Doar sangue, pra mim, é vida!  É uma maneira da gente  salvar a vida através da própria vida.  Eu sempre tive isso dentro de mim como algo muito importante”, afirma Isabel.

Incentivar e explicar, desde muito cedo para as crianças, sobre a doação de sangue, pode contribuir para a conscientização da importância do ato e quem sabe, para que no futuro, aumente ainda mais o número de doadores e pessoas salvas no país pelo gesto. Isabel relembra que também teve inspiração muito cedo para começar a ajudar outras pessoas com a doação de sangue. “Sou filha de doadores e quando completei 18 anos, a primeira coisa que eu fiz foi pegar um ônibus e ir sozinha doar sangue. Desde então nunca parei”, conta.